Growth Hacking: tendência para crescimento empresarial

Growth Hacking: tendência para crescimento empresarial

Growth Hacking: tendência para crescimento empresarial

Crescimento. Esse é o principal objetivo de qualquer empresa. E para crescer, é preciso ter uma estratégia, ou mais de uma. E foi pensando no rápido crescimento de jovens empresas que, em 2010, Sean Ellis criou o termo Growth Hacking

Relativamente novo no Brasil e ainda um pouco difícil de se entender, o Growth Hacking é, em síntese, um conjunto de estratégias que foca no crescimento acelerado de empresas através de utilização de táticas específicas de marketing e gestão de negócios.

Para simplificar, é como uma forma dinâmica e inteligente de se ter ideias e soluções para promover o crescimento de produtos, marcas ou serviços através da gestão de dados e tecnologia no ambiente digital.

Através desse conceito, surgem estratégias, informações e interações totalmente voltados ao desenvolvimento de negócios.

Quem pode apostar no Growth Hacking

A ideia que pauta o Growth Hacking é algo como “fazer mais com menos”. É por isso que a estratégia é especialmente interessante para empresas com orçamentos pequenos, como no caso de startups, ou mesmo em cenários de recessão, como na situação atual do Brasil.

Aliás, foram estratégias como essa que fizeram empresas como Airbnb, Dropbox e Twitter cresceram.

E o profissional responsável por tirar isso do papel ganhou o nome de “growth hacker” que nada mais é do que o profissional que vai trabalhar unindo a percepção do público com o aperfeiçoamento e a qualidade do produto.

Para o criador do termo, o growth hacker é a pessoa que vai focar sempre no crescimento. Ou seja, é o cara que vai usar tudo que sabe sobre desenvolvimento e marketing para fazer a empresa crescer de forma efetiva e prolongada.

É por isso que o profissional que for trabalhar com isso precisa ser criativo para descobrir as melhores formas de conduzir esse crescimento. Além disso, é preciso estar aberto a permanentemente testar e evoluir o que já foi feito.

E você, teria capacidade de assumir a responsabilidade pelo crescimento de uma unidade de negócios?

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos