Como a área comercial deve atuar em tempos de crise?

Como a área comercial deve atuar em tempos de crise?

Como a área comercial deve atuar em tempos de crise?

Em momentos de crise que acaba por abalar todos os setores da economia, alguns gestores e colaboradores de empresas se perguntam quais medidas tomar para que suas instituições não sofram com esse período difícil.

É preciso estar atento à gestão comercial em momentos como esse e o que faz uma empresa se manter estável quando o mercado está desacelerado são, basicamente, a organização do negócio somada às atitudes dos decisores.

É claro que, em tempos de crise, não são indicados grandes investimentos, nem endividamentos desmedidos, contando que as empresas precisam se adaptar rapidamente ao novo cenário.

Mas, não há motivo para desespero, desde que a empresa esteja preparada. Olhar para dentro da empresa e tomar algumas atitudes pode ser essencial para o momento.

Trabalhe com velocidade e organização para que as oportunidades se transformem em multiplicadores de novos negócios.

Softwares de vendas

Utilizar software de gestão podem ser eficaz para fazer mais e com maior velocidade, pois ele faz o que as planilhas muitas vezes não conseguem: trabalhar com volume. Para ter um alto desempenho, não se pode ficar refém apenas de processos manuais, pois pode-se perder eficiência, tempo, dados e chance de conseguir mais negócios.

Existem softwares focados para cada área da empresa, mas os que trabalham diretamente com vendas, como ferramentas de CRM, são essenciais para gerenciar seu negócio e prospectar novas oportunidades.

Nesse caso, a ferramenta pode auxiliar também para vender mais ao mesmo cliente, já que quando se usa um CRM para inserir os dados do negócio, o usuário gera centenas de dados estratégicos que podem ajudar a criar novas vendas.

 

Fidelizar base de clientes

Em tempos de crise econômica, muitas vezes, a perda de clientes é inevitável. Afinal, a crise não afeta apenas as empresas, mas também os consumidores. Por isso, é importante avaliar o quanto da sua base será afetada e trabalhar com ela.

Cuidar da base, identificar oportunidades de fidelização e aumento de vendas dentro da carteira e, ao mesmo tempo, prospectar para compensar aqueles clientes que você vai, inevitavelmente, perder. Alguns caminhos para isso são: aumentar a frequência de contato com os clientes; incrementar a venda de mix de produtos; e oferecer um atendimento qualificado.

 

Descubra como integrar marketing e vendas em empresas pode ajudá-las a vender mais.

 

Investir em Marketing

Com a desaceleração econômica as empresas tendem a diminuir os investimentos, atingindo muitas vezes a área do marketing. Essa atitude pode ser prejudicial para os resultados, já que o marketing pode auxiliar não somente na atração de novos clientes, mas também na fidelização. Boas ações de marketing podem ajudar a organização a superar o momento de crise e os investimentos nessa área devem ser um fator chave da estratégia das empresas.

As ações devem ser organizadas, definindo um orçamento de marketing para o ano, em consonância com o plano estratégico de negócio, ou seja, o investimento nas atividades de marketing devem obter o respectivo retorno nas vendas, conforme está definido no plano de negócio da empresa.

A comunicação personalizada e o marketing de atração tendem a ser eficazes nesses casos. O marketing digital pode ser a melhor escolha dos gestores e coordenadores, já que se pode obter resultados rápidos e certeiros utilizando um baixo investimento, com relação às ações offline, e com alta capacidade de mensuração e análise.

Aqui na Seen somos especialistas em Marketing Digital e Inbound Marketing e podemos ajudar a pensar em uma estratégia realmente efetiva para vender mais em tempos de crise. Conheça nossas soluções ou faça um diagnóstico grátis.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos