O que é Big Data?

O que é Big Data?

O que é Big Data?

O mundo e a sociedade estão conectados entre si e entre os sistemas de informação. Cotidianamente, o acesso às informações contidas na web aumenta e torna o banco de dados cada vez mais superlotado de informações advindas de usuários do mundo todo. Essas informações provém de acessos a redes sociais, de sites de buscas, compras e vendas pela internet, informações de localização, entre outros itens que estão disponíveis para quaisquer empresas que se interessarem em ter acesso a esses dados com o intuito de alavancar suas ideias e lucrar ainda mais, atendendo as necessidades dos consumidores.

#O que é BIG DATA?

Big Data é um termo utilizado para descrever grandes volumes de dados e que ganha cada vez mais relevância, à medida que a sociedade se depara com um aumento sem precedentes no número de informações geradas a cada dia. Tendo por finalidade a influência deste conceito de dados organizados para melhorar a qualidade de vida dos usuários. A influência desses dados, ou da procura pelo acesso a esses dados, pode trazer grandes melhorias para a qualidade de vida dos usuários, e não somente durante a navegação on-line, mas também no dia a dia das pessoas/internautas.

E é exatamente pensando dessa forma que se descobrem novos horizontes e novas descobertas para a sociedade como um todo. Mesmo sendo um ambiente virtual, durante a navegação web pode-se captar momentos e pesquisas de valor extremamente importante para poder avaliar e capturar desejos e/ou necessidades da população como um todo.

Este grande volume de dados ou Big Data expõe uma nova geração de tecnologia e arquitetura, destinada a extrair valor de uma imensa variedade de dados permitindo alta velocidade de captura, descoberta e análise, transformando dados em informações valiosas. O avanço na coleta de dados faz com que estas informações valorizem negócios, ciência, governo e a sociedade.

Bancos de dados ou Big Data são, assim, essenciais para que as empresas possam atender de forma mais coerente e mais concisa as necessidades e os desejos dos seus consumidores, e atender as mesmas exigências de futuros clientes. Isso é feito colocando em pauta e roteirizando, de forma simples e direta, informações sobre comportamento, convívio, sobre a frequência com que acessam determinados assuntos, sobre como chegam até as informações necessárias e como essas mesmas informações chegam até o consumidor.

Atualmente, a sociedade tem se estabelecido e se manifestado através dos grandes meios de comunicação. Aproveitando a deixa e a expansão da internet, da facilidade que se tem ao acessar qualquer informação a qualquer momento através de dispositivos móveis, somado à grande evolução que se tem acompanhado no meio tecnológico, presencia-se a chegada de um novo período na sociedade:  o período em que quem está impondo e estabelecendo novas regras, são a tecnologia e a informação.

Com essa grande expansão do meio tecnológico e informacional, e com o crescimento tão explosivo e ascendente das redes sociais pelo mundo, as frações de dados a partir do uso e da navegação web tem aumentado em níveis exorbitantes. As redes sociais possibilitam inúmeras maneiras de se comunicar e de se posicionar sobre algo. Através de mensagens, de envio e recebimento de arquivos, todas as taxas de uploads que são possíveis nesses meios são arquivadas no centro de informações ou banco de dados. Dessa forma, a facilidade por conhecer e compreender os sentidos e sentimentos de cada usuário faz com que as empresas tenham acesso a informações valiosas para que elas possam se inserir no dia a dia das pessoas, expondo seus produtos ou serviços com a certeza de que o internauta vai, ao menos por alguns segundos, dedicar sua atenção ao anúncio.

#Como Big Data auxilia a sua empresa?

Os dados não tratados e analisados em tempo hábil são dados inúteis, pois não geram informação, devido a isso não deverão ser quantificados economicamente. Deste modo, Big Data cria valor para as empresas descobrindo padrões e relacionamentos entre dados que antes estavam perdidos não apenas em Data Warehouse internos, mas na própria Web, em Twitter, comentários no Facebook e mesmo em vídeos no YouTube.

Assim, as empresas filtram as informações básicas para que tenham melhor desempenho no momento em que forem veicular seus anúncios direta ou indiretamente aos públicos. As redes sociais digitais trazem uma liberdade muito grande para todos os que estão presentes nelas, e é exatamente nesse momento, de tal liberdade e de tanta exposição que é feita a filtragem de informações pelas empresas, buscando atingir em cheio as necessidades e os desejos que estão à tona ou que estão escondidos no íntimo de cada pessoa.

De um modo geral, Big Data é, para empresas de pequeno, médio ou grande porte uma excelente porta de entrada para o mercado consumista. As pessoas estão se posicionando sobre tudo, opinam sobre temas variados, demonstram seus sentimentos de formas inimagináveis, e muitas vezes tanto empresas quanto os próprios internautas não sabem sobre tais dados que ficam armazenados e podem ser coletados a qualquer momento.

A velocidade com que as informações são absorvidas e multiplicadas é elevada a um patamar tão alto que é quase inimaginável a quantia de dados que um Big Data pode conter. Informações estas que dão acesso à vida pública e até privada das pessoas, e que podem fazer com que empresas se beneficiem e alavanquem, cada vez mais, o sucesso e alcancem o estrelato às custas, direta e indiretamente, do comportamento dos consumidores que navegam na web.

 

Saiba porque vale a pena investir em Inbound Marketing para ter sucesso no seu negócio e solicite um diagnóstico digital de sua marca!

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • BAIXE NOSSO EBOOK

  • PUBLICIDADE